Tachyons

Pedras de Energia-do-Ponto-Zero

Desde que se tornou conhecida a "Energia Livre", uma série de experimentos foram e estão sendo feitos no sentido de tornar essa energia útil para o ser humano


Introdução

Nomes que nos são conhecidos como Max Planck, Albert Einstein, Niels Bohr, Paul Dirac e Heisenberg foram os que, baseados nos resultados de suas pesquisas, não puderam mais acreditar na existência de uma matéria sólida. Ao contrário, eles postularam que todas as manifestações materiais e imateriais são "apenas" diferentes graus de densidade da mesma e única energia.

Desse ponto de vista, fica evidente que deve haver uma energia primordial e essa energia primordial é a "matriz" de todas as manifestações e formas de energia. Essa energia primordial foi por eles denominada Energia-do-Ponto-Zero ou Energia Livre.

A Energia-do-Ponto-Zero compreende não apenas todas as formas de manifestação e energias conhecidas (e também as que nos são desconhecidas), mas também logicamente o seu projeto estrutural. Portanto, deve-se partir da premissa (e isto é o que mais nos interessa aqui), que essa energia também contém as informações que regem um ser humano saudável e capaz


Função

Desde que se tornou conhecida a "Energia Livre", uma série de experimentos foram e estão sendo feitos no sentido de tornar essa energia útil para o ser humano. Em primeira ordem há naturalmente o interesse em desenvolver máquinas para fugir da ameaçadora crise de energia.

Nicolai Tesla trouxe uma contribuição significativa com relação ao assunto. Construíram-se lendas ao redor de suas experiências bem sucedidas. De qualquer forma Tesla, que esteve ocupado boa parte da sua vida com a Energia-do-Ponto-Zero, também nos deixou o conhecimento a respeito da transformação da energia que, embora altamente inteligente, é totalmente não estruturada. Ele nos descreveu o processo continuado para o interior da matéria (" contínuo energético ").

A dificuldade, entretanto, consiste em transformar essa energia, possivelmente pertencente a uma outra dimensão ( !), de tal forma que possa ser utilizada por nós. A Física nos ensina que o primeiro estágio forma os assim chamados Tachyons. Esses são na realidade os elementos de ligação entre a energia primordial e as outras formas de energia do nível seguinte, até chegar à matéria.

Já não são pura energia, mas também ainda não são matéria. Os Tachyons, dizem os físicos, são mais rápidos que a luz (1,2 a 1,3 vezes) e não contêm massa (razão pela qual também podem ser mais rápidos que a luz, sem infringir a fórmula de Einstein).

Eles penetram em tudo " o que está em seu caminho ", inclusive a terra. Se pudéssemos utilizar os Tachyons, chegaríamos muito perto da origem, da essência com toda a sua energia e as suas informações para o corpo e a mente.

Então os Tachyons, que ainda estão em conexão com a Energia-do-Ponto-Zero, poderiam transmitir-nos as informações que nos faltam (onde há muitos Tachyons, sempre há também muita Energia-do-Ponto-Zero). Tudo o que "necessitamos" é de algo como uma "antena", com a qual podemos "captar" os Tachyons e de algo que nos possa traduzir os dados da Energia-do-Ponto-Zero.


Informações Adicionais

Todos os quartzos que conhecemos apresentam uma estrutura de grade. Podemos imaginá-los como um brinquedo de escalar em um parquinho de diversão para crianças. Quando um quartzo, por exemplo um cristal de rocha ou um quartzo rosa, é atingido por Tachyons (e esse é o "caso normal"), então ele começa "oscilar", a vibrar.

Como existe sempre um número constante de Tachyons em nosso meio ambiente, todos os cristais (quartzos) vibram com maior ou menor intensidade. Esse efeito também é aproveitado na naturopatia para o tratamento de doenças.

Vidros de quartzo com uma "estrutura de grade de quartzo" exatamente definida são muito semelhantes a um quartzo autêntico, exceto pelo fato de que não vibram. Quando se as assim chamadas moléculas antena para Tachyons são introduzidas dentro da estrutura de grade definida, os vidros de quartzo repentinamente começam a vibrar intensamente em conseqüência de extrema "carga" de Tachyons - muito mais intensamente do que poderia vibrar um quartzo natural (sem antenas). Muitas pessoas podem sentir na pele esse comportamento vibratório.

Em torno do vidro de quartzo forma-se então em conseqüência da concentração de tachyons um campo constante de Energia-do-Ponto-Zero, que interage com os campos de energia de um ser humano, um animal, uma planta, um mineral, desde que uma parte dele se encontre próximo ao corpo.

Se o contato durar por um tempo maior o sistema humano, em sua insuperável sabedoria, coleta do campo de Energia-do-Ponto-Zero todas aquelas informações de que necessita naquele momento.

O conceito Energia-do-Ponto-Zero é científico, surgido a partir de um experimento de um grupo de cientistas. Em um vácuo a 273 graus Celsius negativos (este é o ponto-zero absoluto), tentou-se demonstrar que sob tais condições extremas até as moléculas cessam de mover-se (conhecido pelo termo movimento molecular).

Para grande surpresa, entretanto, os físicos tiveram que constatar que as moléculas não se comportaram conforme as expectativas dos cientistas, ou seja, elas se moviam. Isso foi formulado da seguinte forma: "A energia, que mesmo nessas condições mantém as moléculas em movimento, é denominada Energia-do-Ponto-Zero".

Dependendo da cultura ou da idade da cultura, conhecemos outros nomes para a mesma e única energia: Kundalini, Chi, Prana, Od, Energia Amorosa, Energia Divina, Energia Vital são apenas alguns.

Definimos os resultados do nosso trabalho como segue: Se uma quantidade aumentada de tachyons, portanto mais Energia-do-Ponto-Zero, i.é, mais energia vital está disponível no ambiente de uma pessoa, ela tira proveito dessa momentânea super-oferta e armazena o que não necessita de imediato.

Consulte nosso Catálogo ==> Catálogo de Produtos
Consulte nossa Tabela     ==> Tabela de Produtos


O que a Energia-do-Ponto-Zero (energia vital) faz conosco?

A sua função é colher o máximo de informações possível, deveríamos considerar essa questão de um ponto de vista holístico, considerando por isso, tanto o plano mental, quanto o plano corporal. De modo geral, o título desse capítulo deve ser: "Energia vital (Energia-do-Ponto-Zero), quando suficientemente disponível, acelera a evolução, o desenvolvimento mental e corporal do ser humano." Essa afirmação implica ao mesmo tempo que "em condições normais" não há suficiente energia vital.

Todos nós conhecemos "lugares de energia". Estes lugares são pontos sobre a superfície da terra que são mais energéticos que outros, por exemplo, na Alemanha a Externsteine em Nordrhein-Westfallen, ou na França a Catedral de Chartres (perto de Paris) ou no Sul da Inglaterra os círculos de pedra (Stonehenge). De modo global, porém, temos no momento muito pouca energia na terra.

Enquanto estamos no corpo, estamos sujeitos às leis da polaridade. Essas determinam que para cada ponto existe um contraponto e para cada evolução uma contra-evolução. No momento vivemos na terra uma situação de deficiência energética. Isso significa que em algum momento deve ter havido uma situação de energia abundante.

Isso quer dizer que para a Terra existem dois movimentos críticos: de um lado o avanço dos equinócios, conhecido a milhares de anos, de outro lado um movimento de rotação, que só foi descoberto mais recentemente. Nós, quer dizer, o sistema solar inteiro, nos movemos em uma espiral pelo Universo, de tal forma que parece que estamos conectados a alguma coisa.

E assim é de fato: há mais ou menos cinco ou seis anos, foi possível aos astrônomos marcarem a posição de uma estrela, que vem ao caso para o assunto em questão. Trata-se de Sirius A, astro com o qual nós nos movemos em uma espiral pelo espaço.

A espiral é semelhante à hélice de uma molécula de DNA. Do mesmo modo que com uma molécula de DNA, também na espiral comum em que nos movemos juntamente com Sirius A, ocorrem períodos-chave nos quais podem acontecer coisas muito específicas. São períodos que se caracterizam por um relacionamento "geneticamente" crítico entre Sirius, a Terra e o restante do cosmo. Neste momento nos encontramos em um período assim tão especial.

Devido ao movimento de rotação de ambos os sistemas forma-se uma 'órbita elíptica em que um dos vértices está direcionado ao centro energético da nossa galáxia e o outro vértice está no ponto mais distante. Nosso sistema solar passou por esse ponto de mais baixa energia há cerca de 900 anos (a "tenebrosa Idade Média") e desde então se move novamente em direção a energias mais elevadas. Em razão da órbita elíptica, nos encontramos em uma fase de energia fortemente ascendente, uma vez que estamos nos movendo em direção ao centro da nossa galáxia.

Portanto: após termos passado pelo absoluto ponto de depressão energética, presentemente estamos no caminho direto para um futuro altamente energético. Se construirmos um campo reforçado de energia em torno de nós mesmos, alcançaremos um ponto energético que para muitos só será alcançado no futuro.


A pergunta é natural : Onde se reconhece que algumas pessoas possuem pouca energia vital?

Pessoas que não possuem energia vital suficiente não vivem longamente! Possuem um estado de saúde precário visto que seu organismo apresenta-se enfraquecido física e mentalmente, pois encontram-se sempre numa posição de defesa. São agressivos porque todos "se aproximam demais".

Ao aumentar esse estado de insuficiência de energia entram em depressão. Pessoas que se encontram neste estágio tornam-se indiferente a tudo, tornando-se assim quase impossível uma interação que é suficiente para sobreviver. Como todas as emoções, tanto positivas como negativas, são também "sugadores de energia", a pessoa depressiva automaticamente entra num estado de baixo astral: sentimentos consomem energia e ameaçam a existência.

Assim, torna-se claro que os últimos 900 anos foram uma época de baixa energia e que grande parte da civilização não se desenvolveu satisfatoriamente. Sempre houve problemas de saúde e ocasionalmente mortes prematuras (idade média entre 35 - 60 anos). Épocas repletas de guerras e desentendimentos. A falta de luz reflete esses efeitos.


O sol em nosso sistema solar é um grande fornecedor de energia e numa época de pouca energia devemos valorizar toda fonte de energia. Por que sentimos essa grande necessidade de ir, uma vez por ano, a um lugar onde haja intensa luz solar?

Ainda hoje não conseguimos resolver estes dilemas. Na Bíblia existe em Gênesis há uma relação de pessoas e respectivas idades. Percebe-se que muitas pessoas ultrapassaram os 100 anos. Fatos que não se pode considerar como lenda e sim que essas pessoas viveram numa época que a Via Láctea encontrava-se muito mais próximo do centro do sol e naturalmente havia mais energia. Em nosso ponto de vista, essas pessoas citadas na Bíblia realmente atingiram essa idade.

Energia vital em quantidade suficiente acelera a evolução, o desenvolvimento mental e corporal de uma pessoa de tal forma que em pouco tempo refletirá positivamente em sua condição de vida.

O desenvolvimento mental e o físico caminham paralelamente. Qualquer problema físico tem como base um motivo psicológico. Resolvendo o problema psicológico resolve-se o problema físico. Os problemas psicológicos são considerados barreiras. São caminhos bloqueados em nosso sistema. São resultantes, em geral, de conflitos não resolvidos no passado.

A partir de um clássico exemplo: um indivíduo teve uma experiência negativa. A partir daquele momento essa negativa experiência reflete com tanta intensidade no sistema humano que ele "decide" não demonstrar, então, nenhum tipo de sentimento insuportável (no pior dos casos: o medo de morrer). Essa experiência poderá ser guardada para ser trabalhada em outra ocasião.

Sabe-se que a experiência negativa nunca ou raramente será trabalhada. Funciona como uma autodefesa. Quem gosta de lembrar-se de experiências negativas e indesejadas? Infelizmente nosso sistema psicológico não aceita essas não resolvidas situações. Deseja separar essas barreiras a fim de restabelecer o fluxo de energia e consigo o potencial físico e psicológico.

Consulte nosso Catálogo ==> Catálogo de Produtos
Consulte nossa Tabela     ==> Tabela de Produtos

Para maiores informações consulte-nos
(55) 11 2737-4327 ou (55) 11 98429-7035

Siga-nos nas redes sociais

Solara Holístico Solara Holístico Conecte-se em nosso Linkedin Solara Holístico Solara Holístico

Recentes

logo

Saiba que você pode fazer mais. Evolua sua percepção e Insights e traga tudo isto para sua vida no aqui e no agora! Criando novos padrões para evoluir. Transforme você!

Contato

  • Rua Alice Macuco Alves, 41 Sala3 Alto de Pinheiros - São Paulo
  • (11) 98429-7035
  • solaraholist@terra.com.br
  • www.solaraholistico.com

Galeria