Inicio
 Quem Somos
 Ano Novo 2016
 Ano Novo 2017
 EMF Balancing Technique®
 EMF - Malha e Profissionais
 EMF 12 Capas do DNA Estilo Fênix
 FASES V a VIII
 Fases IX a XII
 iPhoenix Coração Dourado
 Reflexos
 Som e a EMF
 As Ondas
 O Simbolo Perdido - EMF
 EMF para Crianças
 Crianças Indigo/Cristal
 Crianças - Ativid/Depoimentos
 Ativação da Pineal
 Biosintonia®
 Florais de S.Germain
 Astrologia
 Ativação do Nono Portal 11:11 - Solara
 Atualidades -
 Atualizações/Mensagens
 AVAAZ
 Avatar Sathya Sai Baba 23/11
 Braco
 Cartas de Cristo
 Celia Fenn - Textos
 Celia Fenn II - Textos
 Celia Fenn III - Textos
 Chico Xavier/Emmanuel e Divaldo
 Códigos de Cura
 Corpo
 Codex
 Cromoterapia
 Crop Circles
 Curso em Milagres
 Dalai Lama
 Decretos e Orações
 Deepak Chopra
 Dr Hamer
 Dr Hurtak
 Dr. Joshua David Stone
 Dr Lair Ribeiro
 Dr. Todd Ovokaitys
 Doreen Virtue
 Eckhart Tolle
 Frequencia Índigo
 Festival do Wesak
 Festival de Asala
 Florais de Bach
 Foto Kirlian
 Gregg Braden - Textos
 Grigori Grabovoi
 Grupo de Estudos
 Ho'ponopono
 Kuan Yin
 Kundalini Yoga
 Karen Bishop
 Ki-Reiki Yoga
 Kryon - Textos
 Louise Hay e Ressentimento
 Links para Mensagens
 Matias de Stefano
 Mãe Maria - Textos e Vídeos
 Meditação versus Cérebro
 Miguel - Regente das Milicias Celestes
 Metatron - Textos
 Médicos
 Ouro Coloidal e Prata Coloidal
 Natal
 Osho
 Pagamentos
 Portal 11-11-11 Momento Cósmico
 Portal 12.12.12 Ascensão
 Previsões 2013 e...
 Radiação > danos a saúde
 Ronna Hermann
 Saint Germanin - Natalie 06.2013
 Sri Aurobindo e Aivanhov
 Tachyons
 Sri Prem Baba
 Telefone Celular riscos
 Tobias - Textos
 Vacinas - Pare!
 Variedades - Diversos
 Cursos/Workshops
 Galeria de Vídeos
 Galeria de Fotos
 Artigos
 Links
 Contato

Serie dos professores “Shoud” 1: “Começa o ensinamento...”  (Parte 1)

   OS MATERIAIS DE TOBIAS

    Apresentando Tobias,

Canalizado por Geoffrey Hoppe

Círculo Carmesim - www.crimsoncircle.com

Agosto 5, 2006

Tradução : Eneida Hofmeister

  E assim é, querida Shaumbra, que nos reunimos juntos neste espaço, em nossa própria dimensão, nossa energia de Shaumbra, para começar a nova série, a Série dos Professores. Um tempo pelo qual temos esperado, um tempo que almejamos, um tempo que todos vocês se prepararam por um período considerável. Oh, as histórias que vamos contar e as histórias que temos para compartilhar com vocês, algumas de agora, algumas de quando regressam aqui, algumas de quando vêm visitar o chalet. Histórias assombrosas que se passou nestes últimos sete anos com vocês. Poderiam escrever volumes somente com sua própria história.

 

   Sabíamos que algo especial ia suceder na Terra, na época quando começaram a reunir suas energias como Shaumbra há sete anos. Não se sabia exatamente como conseguiríamos passar por todo este tempo de transição. Geralmente sentia-se, do nosso lado, que não ia ter nenhuma catástrofe da Terra, que as energias da Terra - particularmente através das preparações que foram feitas com o Kryon - tinham ajustado e equilibrado as malhas magnéticas sobre a Terra, e na Terra, para aliviar muitas das pressões e tensões que se tinham acumulado em seu interior, mas que ainda tomaria trabalho diligente de parte daqueles que tinham se chamado trabalhadores espirituais, que tinham chamado a si mesmos anjos humanos divinos. Tremendo trabalho para continuar a evoluir a consciência da humanidade.

  Teve perguntas de nosso lado sobre se teria guerras que fizessem estragos em todo este processo do desenvolvimento da consciência, mas não teve. Não teve nenhuma guerra maior. Sabemos que sempre parece estar justo no limite, inclusive agora nas terras do Oriente Médio. Mas sempre há algo que parece impedir ir demasiado longe, e é a consciência daqueles que estão a trabalhar sobre o planeta justo agora - os movedores de energia espirituais, os mestres espirituais - para impedir que vá demasiado longe, para permitir que aqueles que estão esperando fazer uma mudança de consciência em sua vida o façam sem ficar atados.

        Não teve um plano escrito em tudo isto. Nós, junto com vocês, tínhamos nossos sonhos e nossas aspirações de como poderiam ir as coisas. Sabíamos que tínhamos o que consideraríamos, desde nosso lado e do seu, pouco tempo com a qual trabalhar. Indo atrás, a partir de agosto de 1999, quando as energias de Shaumbra se reuniram... inclusive se não sabiam o que o Círculo Carmesim era então, mesmo assim estavam a trabalhar com Shaumbra. Vocês estavam mesmo assim trabalhando de seu lado para começar a reunir estas energias enquanto nós estávamos trabalhando de nosso lado.

 

          Em sete anos, fizeram tremendo progresso. Sabíamos que havia sido cronometrado. Sabíamos que havia esta coisa chamada o Salto Quântico. Inclusive anteriormente não sabíamos a data exata. Não sabíamos quando teria lugar, mas sabíamos que estava chegando. Tinha uma tremenda quantidade de mudança de consciência que tinham que fazer por conta própria. E ,de novo, nenhum de nós sabia como resultaria.

      Tinha - e há - o que vocês chamariam outra equipe que Tudo tem estado pronto para entrar. Humanos - que não estão em forma humana justo agora... estão nos reinos angélicos - esperando entrar, em caso do trabalho ficasse demasiado exaustivo para qualquer um de vocês, no caso de todo grupo de Shaumbra decidisse deixar que a seguinte onda entrasse e fizesse o trabalho. Seres Angélicos que estavam prontos para entrar e assumir corpos humanos e encarregar-se onde vocês pudessem ter abandonado. Mas não abandonaram. Resistiram. Muito, muito poucos Shaumbra, de fato, retiraram-se. Alguns regressaram a nosso lado porque sentiram que poderiam ser de mais ajuda aqui. Outros,ao longo do caminho,se retiraram ou foram em outra direção, mas a integridade da energia Shaumbra permaneceu intacta. Através de algumas das circunstâncias mais difíceis que pudessem imaginar em suas vidas, vocês permaneceram intactos. Assim que é uma honra, é de fato uma cerimônia hoje, para nós começar esta Série dos Professores.

        Se dão-lhe uma direção à energia, neste salão ou desde onde quer que se encontrem se unindo a nós, sentirão algo diferente, diferente de qualquer outro Shaud que tenhamos feito. Não é só o começo da Série do Mestre - um ponto de referência a novos inícios - mas se tomam um momento para simplesmente sentir a energia... se querem inalar-la, sentí-la com seu corpo, sua mente, seu espírito e definitivamente com gnost... conforme começamos a Série dos professores, já não há alimentação tendo lugar. Não mais alimentação.

Agora bem, havia uma alimentação tendo lugar numa Ha variedade de níveis diferentes quando, no princípio, nos reuníamos com vocês como Shaumbra há alguns anos. Oh, a alimentação era pesada. Vocês vinham aqui para sentir a energia e se alimentar dela. Não que tenha algo mau com isso, era simplesmente o que precisavam, então. Precisavam esse reabastecimento e esse rejuvenescimento, e nós estávamos preparados e o províamos. Introduzimos energias de nossos convidados, introduzimos energias dos outros reinos, introduzimos energias de Gaia para que pudessem rejuvenescer a si mesmos. Para que pudessem respaldar a construção de sua energia.

  Tínhamos alimentação de muitas outras entidades a quem vocês não chamariam Shaumbra. Entidades em nosso lado do véu que se reuniam ao redor... e têm todo o direito a... mas também alimentar-se-iam da energia neste salão. Tínhamos seres que já não estão em corpo que estão confusos e perdidos em nosso lado. Alguns deles têm um tipo de energia vampiro - alimentar-se-iam de qualquer coisa - eles entrariam no salão igualmente. Energias escuras, como vocês chamá-las-iam, entrariam aqui. Algumas vezes podiam-nas sentir. Algumas vezes podiam sentir entrar o medo, a frialdade, o vazio e, por suposto, a maior parte do tempo, simplesmente pensaram que eram vocês. Mas estes seres entrariam aqui para alimentar-se porque esse era o equilíbrio ou a proporção de energia durante aquelas reuniões Shaumbra.

Mas, após o que vocês passaram nestes últimos meses, após os Shaud’s que ajudaram a criar e entregar, também criaram um tipo diferente de energia nestes Shaud’s: Não alimentação. Se fixam hoje, não há entidades externas, não há fantasmas ou inclusive anjos que estejam a tirar energia deste salão. Agora mesmo, conforme estamos a lhes falar, vocês não estão a tomar energia de nós. Singelamente estão aqui, um Ser soberano, não tendo a necessidade de se alimentar, de tomar. São criadores soberanos que,de fato, estão a construir suas próprias energias, e, na realidade, utilizando essa energia para radiá-la a todos os outros que encontrar-se-ão com este material em algum momento do futuro. Estão a lhes dar sua luz, seu amor, sua energia. Assim que é bastante diferente aqui no salão hoje, um tipo diferente de Shaud.

Movemos-nos para a Série dos Professores. Movemos-nos para o verdadeiro trabalho, a razão pela qual vieram aqui à Terra. Hoje vamos tomá-lo um pouquinho com mais calma. Hoje não vão ter nenhum convidado direto. Como sempre, há muitos, muitos seres que se unem a nós no terceiro círculo somente para observar, singelamente para ver como estão indo aqui na Terra. Às vezes convidamos algum convidado direto que agrega seu equilíbrio de energia, mas hoje queremos que vocês sintam SUA energia neste Shaud. Não há necessidade de algum convidado específico.

 

Muita coisa ocorreu em sua consciência nos últimos dois meses. Nos dois meses passados vocês permitiram que tudo se acelerasse. Talvez não necessariamente tenha manifestado em sua vida física ainda, mas permitiram que a consciência se acelerasse rapidamente para que pudéssemos começar esta série, para que pudéssemos começar o trabalho de ensino. Queriam começá-lo inclusive, antes do salto quântico. Alguns de vocês se questionaram por que não esperamos para começar com todo este ensino; fazer esta mudança da energia Shaumbra depois ou, inclusive,no momento do salto quântico . Porque Shaumbra, como um todo, sentiu que era importante fazer agora, começar seu trabalho de ensino, conseguir a experiência como um professor agora, para estarem preparados, estarem prontos para manejar todas as energias que entrarão à hora do salto quântico.

 

Assim que preparamos uma energia um pouco diferente para este dia. Sem convidados. Sem discursos longos. Sem desafios. Não vou empurrá-los até o limite como sou conhecido por fazer às vezes - certamente não tão mau como Adamus Queria começar esta série primeiro com uma discussão a respeito dos mestres. Que é um mestre?

  Muitos de vocês - todos vocês - têm alguma idéia, algum estereótipo de um mestre em sua mente. Mestres que tiveram, em seus primeiros anos, na escola primaria. Mestres que tiveram nas classes superiores. Mestres que tiveram na universidade. Eles se convertem em seu exemplo ou seu estereótipo de um mestre. Também tiveram mestres espirituais. Assistiram a suas aulas e fizeram seus cursos. Têm uma idéia do que é um mestre. Têm uma base para isso.

 

Mas o mestre da nova energia também é diferente. Vocês não necessariamente precisam estar em frente a uma sala de aula. Não necessariamente necessitam estar com um grupo. São mestres em todo momento de todos os dias em sua vida. Inclusive se continuam indo ao mesmo emprego que tiveram por um tempo, inclusive se não saem e se sentam em frente a uma classe de humanos, mesmo assim estão a ensinar. Mesmo assim são um exemplo, ou como Saint-Germain chamá-lo-ia – um Padrão.

 Vão perceber que as pessoas chegam a vocês de maneiras inusitadas. Talvez parando-os enquanto estão comprando numa loja. Talvez seja um colega de trabalho com quem a duras penas falam, surgindo de repente num dia e começando a fazer perguntas. Ou um membro da família, particularmente um membro da família com quem têm estado brigados por um momento, um ex-esposo ou esposa, um vizinho de quem quiçá nem sequer saibam seu nome ou sobrenome , de repente começa a vir até vocês. Algumas vezes eles vão estar abichornados, algumas vezes vão estar um pouco confundidos, não sabendo por que estão aí. Aí é quando o ensino começa.

E, além de tudo, o ensino não é a respeito de dar sermões. O ensino não é agarrar alguém pela gola de sua camisa e os sentar e os fazer estudar todas as lições que vocês ajudaram a criar nestes últimos sete anos. O ensino começa com escutar. O ensino começa com uma energia total - o que vou chamar - escrutínio total de energia. Eles vão dizendo palavras, mas se fixem no que há mais ocorrendo. Vai ter expressão facial e linguagem corporal, vai ter movimento de olhos - e estas são as coisas óbvias. Observem tudo o que esteja passando.

Terá coisas que eles NÃO vão dizer, mas que são tão importantes como as coisas que Se dizem. Observem tudo isto. Logo, observem a energia deles. Agora eu sei que vocês dirão: Mas eu não sei como ler a energia, eu não vejo as cores.

 Em realidade isto é uma coisa boa. Simplesmente sintam a energia deles. Este é um momento maravilhoso para gnost, para introduzir a gnost. Gnost é o conhecimento criativo. Gnost está para além da mente. Este é o tempo para escutar com gnost. Que realmente está sucedendo com esta pessoa que de repente se acerca e lhes fala? Escutem e sintam sua energia antes de começar a falar, antes de começar a falar com eles.

Logo façam-lhes algumas perguntas. Saberão o que perguntar. Perguntem-lhes por que sentem-se dessa maneira. Perguntem-lhes se sentiram-se desta maneira antes. Perguntem-lhes - que está passando por dentro realmente- ?. Essa é uma das perguntas mais importantes - que está a passar por dentro realmente.

Vejam, os humanos que cheguem a vocês - os alunos - vão dizer uma coisa mas vai ter muitas, muitas outras coisas passando. Os humanos que chegarão a vocês como alunos vão enfocar-se em, talvez , um problema ou uma situação que é a mais evidente e aparente para eles. Estão procurando uma maneira de aliviar alguma dor, por um período curto de tempo, mas geralmente o que estejam a dizer não vai coincidir com o que realmente está passando no interior. Alguns de vocês que já têm estado fazendo trabalhos de assessoramento e cura sabem isto. Entendem que a mera razão pela qual, em princípio, vêm a vocês não tem nada que ver com a realidade da situação. Assim que, vão além da superfície, vão além de somente as palavras que eles estão a dizer. Escutem cuidadosamente.

Podem fazer isto também quando estiverem trabalhando com um grupo ou se estão numa situação de aula. Escutem cuidadosamente. O que vai suceder aqui, conforme vão fazer uma conexão com eles, numa base de humano a humano... que vão ouvir suas palavras e observando seus movimentos do corpo e suas ações, mas conforme vocês estejam a trabalhar com a energia de gnost e estejam a escutar todos os níveis, vão começar a ouvir todos os níveis adicionalmente.

 É uma experiência assombrosa e interessante. Vocês vão ir para além da mente deles e vão começar a sentir seu coração. Vão começar a sentir seu passado, inclusive suas vidas passadas. Vão ,literalmente, ser capazes de começar a conectar com o gnost deles, ainda que não esteja ativado em seu interior ou não estejam conscientes do que é. Está aí, está em seu campo de energia. Está inativo, está a esperar.

 Quando o reconhecem e quando reconhecem a divinidade deles, o Deus em seu interior... o que, de novo, somente está posto num estado inativo ou está profundamente adormecido, porque eles o puseram a dormir... quando começam a reconhecer isso e se conectam com isso de uma maneira não mental, através do coração ou como queira que o queiram chamar - divindade a divindade - a história inteira deles vai começar a se desenrolar diante de vocês. Vão receber respostas mais rápidas do que inclusive possam fazer as perguntas. Vão começar a receber vislumbres de seu passado. Vão receber vislumbres e sensações de seus medos. Vão entender mais a respeito deles do que possivelmente queiram saber sobre eles.

Uma das razões pelas quais lhes dizemos uma e outra vez - não é a respeito de vocês -, foi em preparação para ser um mestre porque vai ser muito fácil descrever os pensamentos , sentimentos e emoções deles e, se não são cuidadosos, os tomar como próprios, porque vocês são altamente empáticos. São muitíssimo sensitivo. Assim que entendam que quando estão neste tipo de situação, não é a respeito de vocês. Somente estão fazendo a descrição deles.

 O mestre entende que não pode dar a resposta. Vocês não podem dar a resposta. Um mestre entende que estão aí como um guia. Estão aí como um farol de luz e estão aí como um Padrão, como uma energia equilibrada, constante. Não estão aí para assumir os problemas deles ou inclusive resolver seus problemas. É assim um mestre da Nova Energia. Não estão aí para resolver os problemas por eles.

 Estão aí para ajudá-los a descobrir suas próprias respostas. Estão aí para ajudá-los a desenvolver a solução por si mesmos. Esta é a forma maior de elucidamento, a forma maior de ensinar. Como provavelmente notaram - os maiores entre todos os mestres, não são os que dão discursos, não são os que se param numa tribuna improvisada e lhe dizem aos outros o que fazer. São singelamente uma constante, um regular, um equilíbrio, para que outros possam descobrir o seu próprio.

Falamos a respeito da palavra – mestre- e sabemos que alguns de vocês têm suas preocupações sobre isso. Alguns de vocês se questionam se têm o que precisam para ser um mestre. Se vislumbram a si mesmos acima em frente a um grupo e depois bloqueiam isso porque dizem: não posso possivelmente estar em frente a um grupo. Alguns de vocês pensam de um mestre como um assessor também ou pensam :como poderia eu possivelmente assessorar a outros quando tenho tantas de minhas próprias questões?.

Mas Shaumbra, vocês não têm que resolver o problema. Não têm que dar discursos. Somente é a respeito de guiar. É a respeito de estar aí e ser constante. Ser constante para eles quando sua vida esteja num caos e em turbulência, onde eles se perderam tanto em sua própria ilusão, onde se confundiram tanto em sua própria mente, que não sabem como sair. Vocês se convertem no exemplo ou, como Saint-Germain diz, o Padrão. Não importa o que vocês digam, não é tão importante. Convertem-se neste exemplo de energia equilibrada e energia integrada, integrada em cada nível. Masculino e feminino integrados, humano e anjo integrados, velha energia e nova integradas, integrados em todos os aspectos de seu Ser. Assim que agora se convertem no exemplo para eles.

 

 Agora bem, sim, muitas outras coisas estão se sucedendo enquanto vocês estão envolvidos em seu trabalho de ensino. Eles estão a falar, estão a chorar, talvez estejam a saltar para cima e para baixo, estão atravessando uma espécie de catarse - que tem muito pouco que ver com nada do que realmente esteja passando. É fácil conseguir distrair-se com estas coisas, vejam. É fácil enfocar toda sua atenção em sua crise nervosa, em sua catarse, porque isso é o que eles precisam nesse ponto. Precisam de alguém como vocês, ou qualquer outro que possa encontrar, para lhes dar atenção e esta atenção lhes está permitindo se alimentar.

Alguma vez notaram como podem se sentar com alguém e passar não só por lágrimas de libertação, senão que quando eles estão passando por uma crise nervosa intensa, lhes estão drenando energia de vocês? Estão a alimentar-se. Alguma vez notaram como quando eles terminam com sua crise nervosa, lhes dão um grande abraço e lhes dizem que os amam imensamente e que foram de tanta ajuda para eles, e vocês estão aí sentados drenados e em pasmo e se questionando o que acaba de suceder? Eles estão se sentindo melhor. Saem pela porta e dizem que vocês são o melhor amigo que jamais tiveram : até, por suposto, o momento que vocês não respondem o telefone na metade da noite!

Assim que o ensino vai ser um pouco diferente, e sabemos que têm noções preconcebidas a respeito de todo este conceito do ensino. Sim, para alguns de vocês envolverá estar em frente a um grupo de humanos. Alguns de vocês encontrarão grande, grande alegria em fazer isso, guiando um grupo, uma vez por semana, ou uma vez por mês. Mas para muitos de vocês, vai ser prosseguir com sua vida, desfrutando sua vida e singelamente estar aí para aqueles que cheguem a vocês, que precisam esse exemplo.

Seu exemplo de energia equilibrada - e sim, vocês a têm -esse exemplo de energia equilibrada converte-se numa planilha para eles. Podem literalmente sentir seu equilíbrio, sua luz e sua integração. Então podem dizer: eu também posso fazer isso, em meu interior. Eles os usam como o ponto de referência ou o exemplo. Não levam sua energia neste ponto, somente estão a dizer: pode ser feito?. Vão se espelhar em vocês dentro de si mesmos e, se o fazem devidamente, vão usar seus próprios recursos internos para desenvolver o mesmo tipo de integração para si mesmos, o que vocês têm em seu interior.

Enquanto continuamos agora, conforme nos movemos para a Série dos Professores e nos movemos para vocês aliás sendo mestres, vão ver que vai ser muito diferente de algumas das idéias que tinham. Alguns de vocês vão ser mestres numa maneira diferente. Vão ser promovidos no trabalho. Vão ser promovidos a um emprego onde tenham responsabilidade com outros. Serão seu chefe. Isso é um mestre. Estão a ser promovidos porque em alguma parte as energias na companhia, com a administração, sentem que é apropriado para vocês estar se movendo dentro desta área. Eles não entendem todas estas coisas pelas quais vocês têm estado atravessando nos anos passados, não entendem o movimento da consciência, mas sabem que há algo diferente a respeito de vocês. Sabem que vocês têm uma qualidade. Vão utilizar palavras como –estável-, -inteligente- parece sempre saber a resposta-. Deixem alguns deles rasgando a cabeça não sabendo por certo o que é, mas sabendo somente que há algo a respeito de vocês. Alguns de vocês vão receber promoções.

Alguns de vocês encontrar-se-ão a si mesmos numa situação como a de ensinar a membros da família. Alguns de vocês vêm de famílias... encarnaram dentro de famílias que estão a ter questões emocionais sérias e abusos emocionais, e abusos que tiveram lugar vida após vida, energias que precisam ser despejadas agora. E conforme movem-se para o papel de ser um mestre, vão mover-se a primeiro plano em sua própria família. Eles vão começar a chegar a vocês numa forma um pouco diferente. Estão a ver vocês como um mestre, como um exemplo e como um que pode ajudar a equilibrar e sanar algumas destas velhas feridas de família, um tipo de ferida kármica. Vão vir a vocês porque vocês têm aclarado aquelas dentro de si mesmos, têm despejado seu próprio karma pessoal, têm despejado a questão do karma familiar ou o karma ancestral. Assim que se vão mover a um novo papel de mestre com sua família.

O ensino vem em muitas, muitas maneiras diferentes. Alguns, por suposto, vão escrever livros. Quero fazer uma nota ao pé a respeito disso, que muitos de vocês se sentiram frustrados. Quiseram escrever livros, tiveram idéias maravilhosas. Há depósitos ou botequim de idéias nestes outros reinos, nos reinos cristalinos e celestiais, cheios com suas idéias que ainda não foram manifestadas na Terra.

Alguns de vocês tiveram idéias para inventos ou canções ou tantas diferentes coisas e têm estado frustrados de que elas não tenham chegado a frutificar. Têm estado frustrados que as coisas parecem se atravessar no caminho e depois culpam a si mesmos. Enojam-se e alteram-se. Por que não encontraram o tempo para fazer? Por que não tem estado aí a inspiração? Muito francamente porque têm estado ocupados trabalhando em tantas outras coisas, trabalhando com sua própria evolução de consciência.

Deram-se conta de que, particularmente nestes últimos meses, que foi difícil iniciar novos projetos? E os que iniciaram, é como batalhar através deles porque muito de sua energia foi consumida, atada dentro de si mesmos, em toda esta mudança de consciência que têm estado fazendo. Isso muda agora. Isso muda. Agora bem, não é para pensar que tudo vai ser uma rajada. Ainda estão em dualidade, ainda estão batalhando com a Velha Energia toda a seu redor, mas vão ter sua própria renovada sensação de clareza a respeito de como fazer, a respeito de como utilizar esta energia de gnost como a solução e como a manifestação.

Para aqueles de vocês que têm estado frustrados por não serem capaz de escrever esse livro ou criar essa canção, se questionando que têm estado passando ultimamente, é somente que têm estado envolvidos com outras coisas diferentes. Isso muda agora, como disse. Agora é o tempo de pôr-se ao computador, pegar os pinceles, os cadernos e o bloco de desenho.

Estamos a desviar-nos um pouco aqui mas não é coincidência que todo este trabalho com sua organização, Círculo Carmesim, não é coincidência que eles estejam a trabalhar justo agora - vocês estão a trabalhar justo agora - para armar isto para apoiar suas idéias e seus conceitos, ou apoiar seja em consciência ou ajudar no apoiar financeiramente ou ajudar no apoiar o manifestar na Terra. O Círculo Carmesim é de vocês. Vocês estão a construir seu próprio tipo de incubadora, seu próprio tipo de maquinaria de desenvolvimento agora para que suas idéias e criações se levem a cabo.

 

Obviamente, vamos falar muito nesta série a respeito de mestres: o que assemelha ser um mestre, alguns dos desafios de ser um mestre Nova Energia num mundo Velha Energia. Mantenham a si mesmos abertos a conceitos diferentes do que um mestre é. Observem, em particular, aqui, deste ponto em adiante, as coisas que cheguem a sua vida - pessoas, situações - nada é um erro. Tudo está a chegar a vocês por uma razão. Quando acontece, escutem cuidadosamente. Esquadrinhem e sintam todas as energias. Introduzam sua energia de gnost. Terão um entendimento bem maior mais amplo sobre o que está a passar.

Gostaria de tomar alguns momentos para repassar o que tem estado passando estes meses passados. Em nosso último Shaud da Série da Clareza, dissemos que era tempo. Era tempo para o ensino começar. Esse é o porquê vieram à Terra. Não vieram aqui a limpar karma. Não vieram aqui para somente sentar-se à sombra da árvore. Não vieram aqui porque o Espírito acidentalmente desviou-os para cá abaixo. Vieram aqui, nesta vida ,para ser um Mestre, para estarem prontos e disponíveis durante um tempo de mudança de consciência sem precedente.

 Nunca teve uma mudança como esta na humanidade, jamais. Inclusive nos tempos da Atlântida. Algumas vezes vocês e eu tendemos a falar muito romanticamente sobre Atlântida ou inclusive Lemuria. Mas foram tempos muito difíceis de fato. A consciência movia-se muito, bem mais lento nesse então, porque ainda estávamos a acostumar-nos a ela. Ainda estávamos a acostumar-nos a estar num corpo físico. Ainda estávamos, num sentido, irritados de alguma vez ter assumido o corpo físico e acedido a fazer esta viagem na Terra!

Mas agora pegaram o ritmo. Estão acostumados a sua corporalidade, estão acostumados a operar num mundo físico material. Agora aceitam-no como uma segunda natureza. Agora estão prontos para mover-se para uma consciência compassiva mais rápida. E como descobriram nestes anos que passamos juntos, uma mudança de consciência pode ser difícil, pode ser desafiante. Uma mudança de consciência não é necessariamente o que pensam que vai ser. A mudança de consciência às vezes faz voar em pedaços todos os velhos conceitos e as velhas idéias - esta idéia de ser o super humano. A mudança de consciência não os vê dessa maneira, não os vê somente como um super humano com super poderes. Realmente não o entende dessa maneira. Vê-os como espírito e divino. Assim que nestes sete anos aprenderam uma quantidade tremenda sobre a forma em que muda a consciência e a forma em que vocês se adaptam a isso.

 

 E, justamente agora ela está a ir mais rápido que nunca. E, si, algumas das meras razões pelas que estão a ver guerras que estão ai, e guerras potenciais surgindo, é que a consciência está a mover tão rápido que está a pôr sobre o tapete estas questões. (Linda espirra). ¡Saúde... gnost! (montões de risos relativos às referências cômicas de Geoff e Linda durante a introdução).

 Vêem-no mundo tudo a seu redor. Não é diferente do que vocês têm estado passando todos estes anos. Recordam as batalhas e as escaramuças que tiveram consigo mesmos? As questões que foram trazidas à superfície devido à mudança de consciência dentro de vocês? As dificuldades e as provas e tribulações pelas quais passaram? Suas próprias batalhas internas. Agora simplesmente estão a vê-lo fora de vocês.

Estão a ver velhas questões, por exemplo com Hapiru -a família de Hapiru - a qual são ambos: os judeus e os palestinos. É o mundo judeu e o mundo muçulmano. É uma questão velha de família que está a ser empurrada ao primeiro plano. Está demandando resolução agora mesmo. As energias têm estado desequilibradas por um longo tempo e está demandando resolução. Como o vão resolver, depende deles. Poderiam fazê-lo através da destruição, o qual é às vezes uma energia de resolução muito interessante tal como vocês encontraram em suas próprias vidas. A destruição pode com segurança atirar velhas energias, conseguir que as energias se movam de novo. Ou podem fazê-lo de outras maneiras, formas mais pacíficas, maneiras mais iluminadas.

Assim que, o último par de meses têm estado passando muito, muito rápido. Se sentiram-se presos em certos projetos ou se as coisas não se moveram adiante num nível material, é porque vocês têm estado submetidos à sua própria transformação.

Agora bem, falamos durante nossa reunião anual a respeito desta energia de gnost, uma energia que é sua. Não vem de nós, é sua. Tem estado aí, somente tem estado desativada. Tem estado ociosa por uma variedade de razões, indo todo o caminho de regresso aos tempos de Atlântida onde basicamente a encerramos fora da consciência. Indo aos tempos também onde vocês simplesmente não queriam isso. Queriam um tipo diferente de experiência sem gnost. Que assemelha somente utilizar corpo, mente e espírito? E defino espírito aqui como sendo energia de força vital.

Às vezes há uma pergunta:bom, que queres dizer com espírito?. Não estou falando a respeito de um deus. Não estou falando a respeito de uma entidade ou deidade particular. Estou a falar a respeito de espírito como energia de força vital. Queriam averiguar o que assemelhava somente ter corpo, mente e espírito ? como eles funcionariam sem este elemento de gnost. Mas em nossa recente reunião, introduzimos de volta dei um gnost... de regresso para aqueles de vocês que elejam o usar.

Gnost é uma energia brilhante. Gnost é conhecimento criativo. Gnost é a energia, a porção de vocês, o aspecto de vocês que pode tomar uma idéia ou um conceito, pode tomar algo que é muito criativo - uma inspiração - e depois canalizar aquelas energias abaixo através de seus reinos interdimensionais e ajudá-las a manifestar ou converter-se em sólidas, estáveis e equilibradas aqui neste reino.

 

Vocês são muito interdimensionais por direito próprio. Têm muitos, muitos níveis em seu interior. Só estão a operar num pequeno espectro daqueles níveis agora como um ser humano. Gnost abre o portal para integrar muitos destes níveis interdimensionais em seu interior. Vão encontrar esta energia de gnost a ser invariável. É uma ferramenta incrível para ajudar a manifestar idéias e sonhos nesta realidade. De novo, é muito difícil falar a respeito de gnost porque não é uma energia que se origina desde a mente. Não pode ser manipulada pela mente. Absolutamente resistir-se-á a isso. Não pode ser limitada pela mente. Assim que a energia gnost está em seu próprio reino.

Agora bem, a coisa interessante é que vão encontrar que sua mente está mais que feliz de trabalhar com gnost. Sua mente vai pegar o ritmo conforme comecem a usar. A mente entenderá que tem um novo amigo, que é um colega que vai tirar muita do ônus da mente. A mente inicialmente vai tratar de controlá-lo porque assim é como a mente foi programada, até agora. Mas conforme comecem a usar gnost, a mente deixará ir, a mente parará de tratar de controlar, e singelamente permitir que esta solução de gnost entre.

A mente fará o que faz melhor. Ajudará a manter as coisas organizadas, manterá sua base de dados e bancos de dados da informação, e ajudará a materializar algumas das fases finais... a pôr em ação algumas das coisas que precisam fazer como um criador que também está a viver na Terra justo agora. A mente, por exemplo, sabe como manejar um carro. Gnost não necessariamente sabe como fazer isso. A mente sabe como operar seus dispositivos de computação. Gnost fá-lo-á uma experiência mais satisfatória e criativa, mas é a mente que controla as mãos e os dedos e algo da informação armazenada tal como a linguagem que usam. A mente é maravilhosa fazendo estas coisas.

Gnost vai permitir-lhes manifestar e criar sem todo o forcejar. E, de novo, espera que vocês o usem, mais que nada. Espera que vocês permitam entrar em sua vida, e sabemos que é um pouco de paradoxo porque dizem, “mas, como o uso? Defina gnost. Ajuda-me a criar um quadro”. E nós não podemos. De nenhum modo. Somente podemos introduzi-lo a usá-lo em sua vida.

Agora bem, conforme mais e mais Shaumbra trabalhem com a energia de gnost, vão ser capazes do definir melhor e com mais precisão. Terão mais de uma base de dados ou uma base de experiência desde onde falar dele ou propor. Mas justo agora gnost é uma energia simples e formosa. Novamente, não vem de nós. Não vem de nenhum ser deus distante. Não vem da Terra. Vem de vocês.

Mencionamos que gnost esteve basicamente perdido ou desativado por um longo tempo. É tempo agora para que ele regresse, mas notem que não fizemos uma ativação de gnost, porque literalmente não estamos a reativar algo de antes. Não estamos trazendo de regresso ao gnost que conheceram nos dias primeiros de Atlântida. É diferente agora. É uma energia totalmente diferente e serve-os diferente. É a peça faltante de que falei recentemente.

Vou pedir-lhes - e continuarei pedindo-lhes - que o usem uma e outra vez de novo. Às vezes podem pôr-se frustrados porque não sabem como o usar, parecerá que os ilude por tempos. Pegue um momento para reintegrar isto dentro de sua vida material justo agora. Continuem trabalhando com ele. Continuem respirando com ele, e sempre recordem que não está vindo fora de vocês. Já está aí dentro.

Para maiores informações visite a seção de Artigos ou consulte-nos através do fone (11) 2157 7035 e 11- 84 29 7035  ou do menu Contato.

 

 

Voltar ao topo

Voltar a página Inicial Copyrigth© 2009. Desenvolvido por <Pluriweb>